Pular para o conteúdo principal

Aulas presenciais: quais são as principais recomendações?

As escolas desempenham um papel primordial na vida dos cidadãos. Elas são essenciais para o desenvolvimento intelectual e de competências de interação social. Sem acesso à escola, crianças e adolescentes perdem o vínculo diário com colegas, professores e amigos, o que também causa impactos profundos em sua saúde mental. 

Como consequência da pandemia, as escolas no Brasil ficaram fechadas por um longo período e só recentemente começaram a reabrir. Mas junto com a volta às aulas, algumas orientações foram definidas com o intuito de preservar a saúde de todos envolvidos.

As principais orientações e protocolos para a volta às aulas com segurança são:

- Deve ser mantida quantidade suficiente de máscaras para as trocas durante o período de permanência na escola, considerando o período máximo de uso de 3 horas para máscara de tecido e 4 horas para máscara cirúrgica, ou trocas sempre que estiverem úmidas ou sujas.

- Evitar o uso de áreas comuns, como bibliotecas, parquinhos, pátios e quadras. No caso da prática de atividade física, optar sempre que possível por atividades individuais e ao ar livre;

- Evitar ao máximo uso de materiais coletivos e o compartilhamento de materiais;

- Fazer uso de máscaras, inclusive durante a atividade física;

- Evitar atividades em grupo, programas após a escola e grandes eventos;

- Realizar as refeições nas salas de aula em vez de utilizar o refeitório;

- Suspender o uso de armários compartilhados;

- Evitar a entrada de voluntários, convidados externos e pais/responsáveis na escola;

- Orientar que os estudantes levem suas garrafas de água, evitando a utilização de bebedouros coletivos e o compartilhamento de garrafas;

- Intensificar a frequência de limpeza e desinfecção para minimizar o potencial de exposição a gotículas respiratórias;

Até agora, mais de 3,2 milhões de profissionais da educação do ensino básico já tomaram a primeira dose e mais de 594 mil estão com o ciclo vacinal completo ou tomaram a vacina de dose única. Entre os profissionais do ensino superior, mais de 343,9 mil já tomaram a primeira dose e 35 mil a dose única ou as duas doses da vacina.

Dentro deste grupo estão professores, diretores e todos os funcionários que trabalham para o funcionamento das escolas, público considerado prioritário pelo Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação contra a Covid-19 (PNO). É muito importante que cada um faça a sua parte e, além de seguir os protocolos, esteja devidamente vacinado. Entre em contato com nossa equipe para sanar qualquer dúvida e aproveite para conferir se você está com todas as vacinas em dia.

Agendar Atendimento

https://www.gov.br/saude/pt-br/assuntos/noticias/governo-federal-apresenta-orientacoes-para-volta-segura-as-aulas-presenciais

https://www.unicef.org/brazil/manifesto-unicef-unesco-opas-oms-reabertura-segura-das-escolas

Contato
Fale Conosco