Pular para o conteúdo principal

Herpes Zóster: O que é?

Você já ouviu falar em herpes zóster? Ou pelos nomes populares, como cobreiro e zona? Essa doença, que é infecciosa, é provocada pelo mesmo vírus responsável pela catapora. 

Se você já teve a catapora, precisa ficar atento, porque o vírus pode voltar a infectar pessoas adultas, geralmente a partir dos 60 anos de idade. Os sintomas do herpes zóster são, principalmente, o surgimento de bolhas vermelhas na pele, principalmente nas regiões do tórax e barriga, mas que também podem aparecer em outros locais do corpo. Além disso pode haver coceira, dor, formigamento ou queimação no local onde as bolhas aparecem e febre, que costuma ser baixa, entre 37 e 38ºC. 

Mas como é possível detectar a doença? Caso perceba algum dos sintomas, procure um médico, que vai realizar a avaliação necessária. Em alguns casos, a herpes zóster pode ser confundida com dermatite, por exemplo.

Por ser contagiosa, se você ou alguém próximo nunca teve catapora, ou não foram vacinados contra a doença, mantenha distância de pessoas infectadas, inclusive em relação a objetos de uso comum. Se você já teve catapora, precisa ficar ciente que o vírus fica presente no corpo por toda a vida e uma queda de imunidade pode torná-lo forte novamente. É um vírus oportunista. Além de pessoas maiores de 60 anos, correm risco da doença pessoas que possuem o sistema imune enfraquecido, como AIDS e doenças autoimunes.Também pode aparecer em pacientes em processo de quimioterapia ou que fazem uso prolongado de corticoides. 

É muito importante que todos tomem a vacina da catapora, prevenindo contra a doença e evitando a presença do vírus no organismo, já que ele é capaz também de provocar a herpes zóster. 

O tratamento contra a doença existe, e é feito com uso de antivirais e analgésicos, que aliviam a dor local. Outros cuidados básicos para evitar a doença são, principalmente, o fortalecimento da imunidade uma vez que o vírus já se encontra no organismo. 

Em casos da doença, faça o acompanhamento médico e evite maiores complicações, principalmente em casos de pacientes que, por conta de outras doenças, já se encontram com a imunidade enfraquecida. E claro, lembre-se que a vacina contra essa e outras doenças, é o caminho mais seguro.

https://www.tuasaude.com/herpes-zoster

Contato
Fale Conosco