Pular para o conteúdo principal

Junho Vermelho e a importância da doação de sangue

O próximo dia 14 de junho marca o Dia Mundial do Doador de Sangue, por isso, desde 2015, ficou definido que Junho é o mês Vermelho, iniciativa que busca estimular as pessoas a doarem sangue, ajudando a salvar vidas.

No ano passado, por conta da pandemia de Covid-19, o número de doadores diminuiu muito. Pensando nisso, os centros de coleta em todo o Brasil vêm lançando campanhas para demonstrar para a população não apenas sobre a importância de doar, mas também que as medidas de segurança foram reforçadas. Dentre elas, estão o distanciamento, higienização dos espaços a cada novo doador, uso obrigatório de máscara de proteção e agendamento das coletas para evitar aglomeração.

Além do número reduzido de doações atualmente, os órgãos de saúde reforçam a necessidade de mais doadores nos meses de junho, julho e agosto, já que este período de inverno costuma registrar queda no estoque de sangue. O ato de doar é extremamente importante, já que em uma única doação até 4 pessoas podem ser beneficiadas. Atualmente, 3,3 milhões de brasileiros são doadores de sangue, o que representa 1,6% da população brasileira. Apesar de ser um índice considerado bom pela OMS, o ideal é ter entre 3% e 5% para um estoque seguro. 

Como você pode ser um doador de sangue?

  • É preciso ter entre 16 e 69 anos, e menores de 18 apenas podem doar se autorizados por um responsável;
  • Maiores de 60 anos precisam já ter doado alguma vez na vida;
  • É preciso pesar, no mínimo, 50kg;
  • É necessário estar bem descansado, e não estar em jejum. Se for doar após o almoço, espero pelo menos 3 horas;
  • É proibido haver fumado até duas horas antes e duas depois de doar;
  • Lembre sempre de levar um documento com foto (RG, CNH, Passaporte, dentre outros).

E quem não pode doar?

  • Pessoas que apresentam sintomas de gripe, resfriado ou infecção que acompanha febre;
  • Se faz uso contínuo de bebida alcoólica e outras drogas ilícitas;
  • Grávidas que estão há 3 meses do pós-parto ou amamentando;
  • Se for portador de malária, doença de Chagas ou teve hepatite após os 11 anos de idade;
  • Se foi exposto a doenças sexualmente transmissíveis.

No site do Ministério da Saúde e no Hemocentro da sua cidade você encontra estas e outras recomendações sobre quem pode e quem não pode doar. Consulte se você é um doador apto e ajude a salvar vidas. Em um momento onde a solidariedade nunca foi tão importante, faça a sua parte!

A Imovac é especializada em atendimento médico de alergia, imunidade e clínica de vacinação.

Entre em contato agora com a nossa equipe.

Agendar Atendimento

https://www.unicamp.br/unicamp/noticias/2021/06/01/hemocentro-da-unicamp-da-inicio-campanha-junho-vermelho-2021

https://bioemfoco.com.br/noticia/junho-vermelho-doacao-de-sangue/

https://saude.rs.gov.br/campanha-junho-vermelho-uma-saida-rapida-e-segura-pode-salvar-vidas

Contato
Fale Conosco