Pular para o conteúdo principal

Tudo o que você precisa saber sobre a vacina da gripe quadrivalente

O ano começou e uma das primeiras preocupações que devemos ter é em relação à saúde, principalmente em uma estação de cuidados especiais como o verão. A gripe às vezes começa a dar sinais nessa época pelo contato intenso entre as pessoas em período de férias. O seu pico é maior no outono, um pouco antes do inverno.

Por isso, a vacina contra a gripe quadrivalente, que é oferecida pela rede particular, se torna ainda mais importante. Ela previne contra 4 subtipos do vírus influenza (H1N1, H2N3, B linhagem Victoria e B linhagem Yamagata) e previne suas complicações. Na rede pública, a vacina trivalente também pode ser tomada, e também ajuda na proteção. Crianças a partir de 6 meses, adolescentes, adultos e idosos são os grupos que precisam da vacina contra a gripe, dentro das seguintes especificidades: as crianças de 6 meses a 8 anos precisam tomar, no primeiro ano em que são vacinadas, duas doses em um intervalo de um mês. Daí em diante, as doses passam a ser únicas. Já as crianças a partir de 9 anos, adolescentes, adultos e idosos precisam apenas de uma dose única anual.

A importância da vacina contra a gripe está na efetividade dela, já que a doença, se não prevenida, pode evoluir de maneira grave. Esses casos de gravidade podem acometer pessoas em grupos de risco, mas qualquer pessoa pode desenvolver quadros graves e complicações. 

Tomar a vacina todos os anos é fundamental, já que os vírus influenza sofrem mutações de maneira rápida, o que leva à alteração na composição da vacina. O efeito da aplicação dura, em média, entre 6 e 12 meses. A Organização Mundial da Saúde (OMS) e os órgãos de saúde federais estão atentos e, a cada ano, a campanha de vacinação contra a gripe é amplamente veiculada na mídia, reforçando a sua importância para o bem-estar de todos.

Fique de olho no calendário e na campanha de vacinação a partir da disponibilidade dela. Os cuidados começam ainda no verão, mas para evitar um inverno com complicações. Assim, procure o serviço de saúde, público ou particular, e vacine-se!

Contato
Fale Conosco