Pular para o conteúdo principal

Vacinas contra Alergias: Como funciona?

Você sabia que a vacinação também pode ajudar àquelas pessoas que sofrem com algum tipo de alergia? Mas é preciso ficar atento, pois essa opção não é para todos e, além dos benefícios, também existem os riscos e especificidades.

Os quadros alérgicos acontecem como uma resposta do sistema imune quando existe o contato com alguma substância alérgica, que podem ser encontrados no ambiente comum, como ácaros da poeira, fungos, componentes alimentares, pólens e insetos. A reação pode se dar de forma imediata ou gradual, a depender do grau de sensibilização de cada pessoa. Por isso, fique atento! 

A alergia, em geral, vem acompanhada de reações do corpo que podem ser graves e agudas, como anafilaxia, náusea, vômito e dificuldade para respirar, ou também leves e crônicas, como quando espirramos demais e, diante disso, desenvolvemos outras reações, como a asma. Visando diminuir a sensibilização das substâncias alergênicas e inibir as reações provocadas, é possível fazer a imunização através da vacina. A fórmula a ser aplicada vai depender de cada pessoa e organismo, onde ao longo do processo (que precisa ser prolongado) o sistema imunológico vai recebendo doses imunizantes que desencadeiam no desaparecimento dos sintomas. Para efeito duradouro, o processo leva em torno de três anos.

O primeiro passo é sempre procurar o seu médico, que solicitará a testagem através de exame. A depender do caso, o tratamento pode ser por injeção ou através de gotas sublinguais. Além disso, a Organização Mundial da Saúde recomenda que esse método de tratamento seja para paciente graves com reações a insetos e com quadros de rinite, asma e conjuntivite, por exemplo, e que também já façam uso de medicamento que controla a exposição ao alérgeno (responsável pela alergia). 

Vale pontuar algumas contra indicações desse tratamento: pessoas com asma não controlada ou em crise aguda, crianças menores de 5 anos, com destaque para as menores de 2 anos de idade, além de paciente com doenças autoimunes, como câncer e doenças cardiovasculares.

Para aqueles que podem recorrer ao tratamento de alergia através da vacina, além de uma melhora significativa na qualidade de vida, a redução prolongada dos sintomas e reações evita a queda da imunidade para outras doenças, fortalecendo a saúde.

https://saude.abril.com.br/blog/experts-na-infancia/vacina-contra-alergias-beneficios-limitacoes-e-indicacoes/

Contato
Fale Conosco