Pular para o conteúdo principal
O que é a Vacina Meningocócica B?

A Vacina Meningocócica B previne a meningite e infecções generalizadas causadas pela bactéria meningococo do tipo B.

Quais doenças ela previne?

Meningite e infecções generalizadas causadas pela bactéria meningococo do tipo B.

Como é aplicada?

Intramuscular.

Onde pode ser encontrada?

Ela pode ser encontrada na Imovac, com atendimento domiciliar, e nas clínicas privadas de vacinação. Esta vacina não é encontrada nas Unidades Básicas de Saúde.

Indicação:

 Crianças, adolescentes e adultos até 50 anos de idade.*

Contraindicações da Vacina Meningocócica B:

Está contraindicada para aqueles pacientes que apresentaram quadro de anafilaxia após o uso de algum componente da vacina ou após dose anterior.

Possíveis Reações:

Reações muito comuns: dor, vermelhidão, inchaço, endurecimento e sensibilidade no local da injeção, dor nas articulações, dor muscular, sonolência, irritabilidade, choro incomum, náusea, vômito, diarreia, dor de cabeça, indisposição.

A sensibilidade no local da injeção pode ser severa a ponto de, nos bebês, causar choro ao manipular o membro onde recebeu a vacina. Nos adolescentes e adultos, pode resultar na incapacidade de realizar atividades normais do dia a dia. Essas reações locais não apresentam gravidade e são transitórias, não causando nenhum tipo de sequela.

Reações comuns: erupções cutâneas (principalmente em bebês e crianças de 2 a 10 anos de idade).

Reações incomuns: febre alta (maior ou igual a 40°C), convulsões (incluindo convulsão febril), pele seca, palidez (rara após a dose de reforço).

Reações raras: doença de Kawasaki, que pode incluir sintomas como febre que dura mais de cinco dias, associada a erupção cutânea no tronco e, às vezes, seguida por descamação da pele das mãos e dedos, gânglios inchados no pescoço (linfadenopatia), olhos, lábios, garganta e língua vermelhos, erupção cutânea com coceira.

Cuidados antes, durante e após a aplicação da Vacina Meningocócica B:

Febre: O uso de paracetamol antes ou logo após a vacinação pode reduzir o risco de febre e não interfere na resposta imune à vacina. Lembre-se que é recomendado falar com o seu médico antes do uso de qualquer medicamento.  

Ocorrências: Ao apresentar ocorrências graves ou inesperadas depois da aplicação, o serviço que realizou a vacinação deve ser informado.

Dor: As dores no local de aplicação podem ser aliviadas com compressas frias. Nos casos de dores mais acentuadas, consulte o seu médico para o uso correto de medicação.

Meningocócica ACWY: A Meningocócica B pode ser administrada junto com a Meningocócica ACWY.

Quantas doses tomar?

O uso rotineiro de duas doses (aos 3 e 5 meses de vida) e um reforço entre os 12 e 15 meses na vacinação infantil é uma recomendação das Sociedades Brasileiras de Pediatria (SBP) e de Imunizações (SBIm).

Porém, se a primeira dose não for feita aos três meses, o esquema pode variar.

Faixa etária de início da vacinação: 2 meses.

Número de doses do esquema primário: 3 doses.

Intervalo entre as doses e reforço: 2 meses.

Uma dose entre 12 e 15 meses com intervalo de pelo menos 6 meses entre a vacinação primária e o reforço.

Faixa etária de início da vacinação: 3 a 5 meses.

Número de doses do esquema primário: 2 doses.

Intervalo entre as doses e reforço: 2 meses.

Uma dose entre 12 e 15 meses com intervalo de pelo menos 6 meses entre a vacinação primária e o reforço.

Faixa etária de início da vacinação: 6 a 11 meses.

Número de doses do esquema primário: 2 doses.

Intervalo entre as doses e reforço: 2 meses.

Uma dose entre 12 e 15 meses com intervalo de pelo menos 6 meses entre a vacinação primária e o reforço.

Faixa etária de início da vacinação: 12 a 23 meses.

Número de doses do esquema primário: 2 doses.

Intervalo entre as doses e reforço: 2 meses.

Uma dose entre 12 e 15 meses com intervalo de pelo menos 6 meses entre a vacinação primária e o reforço.

Faixa etária de início da vacinação: A partir de 2 anos (ate 50 anos).

Número de doses do esquema primário: 2 doses.

Intervalo entre as doses e reforço: 1 mês.

Não foi estabelecida a necessidade de reforços.

Tem alergia? Veja do que é feita a Vacina Meningocócica B:

Como é uma vacina inativada, não há como provocar a doença.

Sua composição leva três proteínas subcapsulares e vesículas da membrana externa do meningococo B, além de hidróxido de alumínio, cloreto de sódio, histidina, sacarose e água para injeção.

É importante acrescentar o quadro com as recomendações in bula de acordo com a idade em que se inicia o esquema.

*Crianças e adolescentes de acordo com as Sociedades Brasileiras de Pediatria (SBP) e de Imunizações (SBIm). Dependendo da situação epidemiológica, adultos e idosos também devem tomar a vacina: pessoas de qualquer idade com doenças que facilitem o risco para a doença meningocócica, viajantes com destino às regiões onde apresentam risco aumentado da doença, entre outros.

Contato
Fale Conosco