Pular para o conteúdo principal
O que é a Vacina contra Rotavírus?

A Vacina contra Rotavírus combate infecções gastrointestinais causadas pelo Rotavírus, uma das principais causas de diarreia grave entre as crianças.

Quais doenças ela previne?

Diarreia causada por Rotavírus.

Como é aplicada?

Oral.

Onde pode ser encontrada?

Ela pode ser encontrada na Imovac, com atendimento domiciliar, nas clínicas privadas de vacinação. Nas Unidades Básicas de Saúde existe uma vacina diferente, com menor quantidade de vírus.

Indicação:

Bebês de 6 semanas a 7 meses e 29 dias.**

Contraindicações da Vacina contra Rotavírus:

Bebês fora da faixa etária indicada (6 semanas a 7 meses e 29 dias de vida) com deficiências imunológicas por doença ou uso de medicamentos que causam imunodepressão (diminuição em grau variável da resposta imunológica), com alergia grave (urticária disseminada, dificuldade respiratória e choque anafilático) provocada por algum dos elementos da vacina ou por dose antecedente da mesma e com doença do aparelho gastrointestinal ou história prévia de invaginação intestinal.

Possíveis Reações:

Reações muito comuns: febre, vômito, diarreia, irritabilidade.

Reações comuns: otite, faringite.

Reações incomuns: insônia, choro, sensibilidade diminuída na região da picada, vertigem, coceira, dor muscular, dor nas mãos e pés, mal-estar e reação no local da injeção.

Reações raras: broncoespasmo, invaginação intestinal. De acordo com estudos científicos, a quantidade de casos de invaginação pós vacinação é muito próxima da quantidade esperada em crianças não vacinadas, o que demonstra que o risco oferecido pela vacina é muito pequeno. Além disso, a ocorrência é muito menor que o risco de hospitalização ou óbito decorrente de gastroenterite causada pelo Rotavírus.

Cuidados antes, durante e após a aplicação da Vacina contra Rotavírus:

Febre: Em caso de febre ou diarreia, a vacinação deve ser adiada até que haja melhora.  

Ocorrências: Os sintomas persistentes devem ser pesquisados para a verificação de outras causas. Caso o bebê golfe ou regurgite após tomar a vacina, não é preciso dar outra dose.

Sintomas Prolongados: Os sintomas persistentes, que duram por mais de 72 horas, devem ser pesquisados para a verificação de outras causas.

Quantas doses tomar?

A vacina disponível na Imovac é a pentavalente (VR5), composta por cinco tipos de Rotavírus, que deve ser administrada em três doses: aos 2, 4 e 6 meses de idade.

Na rede pública, são administradas duas doses da monovalente (VRH1), composta por um tipo de Rotavírus, aos 2 e 4 meses.***

Tem alergia? Confira do que é feita a Vacina contra Rotavírus:

A Vacina oral atenuada pentavalente (VR5) é composta por cinco tipos de vírus vivos atenuados, sacarose, citrato de sódio, fosfato de sódio monobásico monoidratado, hidróxido de sódio, polissorbato 80, meio de cultura e traços de soro fetal bovino.

 

* A VRH1 (vacina contra Rotavírus monovalente) é administrada de rotina pelo Programa Nacional de Imunizações (PNI) nas Unidades Básicas de Saúde às crianças entre 2 meses e 7 meses e 29 dias de vida. Já a vacina contra Rotavírus pentavalente (VR5) só é encontrada nas clínicas privadas de vacinação, para crianças a partir de 6 semanas até 7 meses e 29 dias de vida.

** A primeira dose deve ser imprescindivelmente aplicada até os 3 meses e 15 dias, e a última é indicada até os 7 meses e 29 dias.

*** 3 meses e 15 dias é idade máxima para começar a vacinação. Passando este prazo, a imunização não poderá ser feita. Da mesma forma, a idade máxima para a última dose é 7 meses e 29 dias. (Informação válida para as duas vacinas).

Contato
Fale Conosco